A 15 dias da estreia do autor de sucessos como “Cherry”, “Dinheiro não Chega”, “Makalakato”, “Boda” e “Cadê meu Amor”, no palco do Real Plaza Hotel, em Talatona, nos dias 30 e 31 de Março, a organização do espectáculo foi confrontada com uma procura por bilhetes superior à oferta.

Em menos de 30 minutos, a Stromp, a casa de disco localizada no Largo Serpa Pinto, na Ingombota, que comercializa os bilhetes, ficou ontem sem capacidade de resposta para as solicitações dos interessados em assistir ao vivo o show “Paulo Flores, A Música com Alma”.

A residir em Lisboa, a estrela, defensor e continuador das raízes do “Semba”, é aguardado no início da próxima semana em Luanda,para os ensaios das duas noites intimistas, numa viagem por sucesso de carreira do vencedor do “Top dos Mais Queridos” de 2011, prémio instituído pela Rádio Nacional de Angola, na música “o Povo”. Da Guiné-Bissau, Paulo Flores traz o inseparável Manecas Costas, que ao lado do maestro Teddy Nsingui, um caboqueiro do “Semba”, vão reforçar a banda Show do Mês, formada por exímios instrumentistas angolanos, cubanos e português.

A quinta temporada abriu com duas noites memoráveis de homenagem a Elias dia Kimuezo, o “Rei da Música Angolana”, nos dias 2 e 3 de Fevereiro. Barceló de Carvalho “Bonga”, Waldemar Bastos, Mito Gaspar e Matias Damasio fazem parte do alinhamento de espectáculos do ano.

Publicidade