Mais de 1.300 novos casos de cancro são registados anualmente em Angola, com maior incidência para o cancro da mama, anunciaram esta quinta-feira as autoridades sanitárias locais que, sem revelar números, pretendem reduzir a mortalidade causada pela doença.

Os dados constam de uma nota de imprensa do Ministério da Saúde angolano enviada esta quinta-feira à agência Lusa, na qual é indicada a necessidade de uma maior sensibilização da população para a doença.

Nesse sentido, o Ministério da Saúde angolano indicou que vai realizar na sexta-feira e no sábado, para já em Luanda, a campanha “Outubro Rosa”, em que se inclui a “Feira do Cancro”, destinada a aproximar e sensibilizar a população.

A iniciativa visa proporcionar também a possibilidade de se ter acesso à deteção precoce, diagnóstico e tratamento oncológico multidisciplinar, a fim de reduzir a mortalidade provocada pela doença.

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here