O ministro Augusto Santos Silva falava numa conferência de imprensa de imprensa com o ministro das Relações Exteriores do Brasil, Aloysio Nunes Ferreira, no Ministério dos Negócios Estrangeiros, em Lisboa, após um encontro entre os dois governantes, no qual vários assuntos foram debatidos, das relações bilaterais e multilaterais, incluindo a Venezuela.

“É sempre um gosto para qualquer governo português receber o ministro das Relações Exteriores do Brasil, qualquer que seja o ministro de qualquer executivo”, começou por dizer Santos Silva no início da conferência de imprensa, acrescentando que era “em particular um gosto adicional”, receber o “amigo Aloysio Ferreira”, cuja ligação a Portugal “leva muito tempo e com muita intensidade e com o qual temos trabalhado muito bem em vários tópicos, quer da agenda bilateral quer da agenda multilateral”.

Na agenda bilateral, disse Santos Silva, “eu destacaria a colaboração crescente entre vários organismos e, em particular, entre o Instituto Camões e a Rede Brasil na promoção em conjunto da língua portuguesa”.

“Nós hoje podemos constatar e estabelecer que a nossa próxima iniciativa conjunta na promoção da língua portuguesa ocorrerá ainda este ano. Ainda este ano se iniciarão cursos de português na escola das Nações Unidas em Nova Iorque”, acrescentou.

Aloysio Nunes Ferreira, que termina hoje uma visita de dois dias à capital portuguesa, já tinha acompanhado esta terça-feira o seu homólogo português na inauguração da exposição itinerante “A Língua Portuguesa em Nós”, no Museu de Arte, Arquitetura e Tecnologia (MAAT), no edifício Central Tejo.

No evento o ministro dos Negócios Estrangeiros, Augusto Santos Silva destacou que a língua portuguesa representa, como “matéria para a atividade económica”, quase 17% do Produto Interno Bruto de Portugal, o equivalente a 30 mil milhões de euros por ano.

“A língua portuguesa é também de trabalho, é um valor económico de nós todos”, disse o governante.

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here