A Câmara Municipal da Praia vai continuar a apostar na qualidade do Carnaval na Cidade mais “Kul” de África, para que a cada ano haja mais empresas interessadas em apoiar a Festa do Rei Momo, na capital do país.

Esta ideia foi manifestada pelo presidente da Câmara Municipal da Praia, Óscar Santos, depois de mais um desfile na Avenida Cidade Lisboa, protagonizado por seis grupos carnavalescos outros tantos de animação.

Este ano, a edilidade, num compromisso assumido com a Liga da Associação dos Grupos Carnavalescos da Praia, apostou na melhoria da Avenida, retirando o separador, para que os grupos pudessem sambar à vontade, melhorou a iluminação, introduziu o som ao longo da Avenida e montou bancadas com mais de 1000 lugares para os foliões.

Com todo o investimento feito, estimado em cerca e 3000 contos, em bancas, 3600 contos atribuídos aos grupos da primeira divisão e 400 contos aos da segunda, o edil prometeu continuar a fazer o seu papel, mas espera que mais empresas abracem o Carnaval na Praia, para que a festa do Rei Momo seja um “produto muito forte”.

“Já demos um sinal muito forte, mas agora é hora das empresas patrocinarem o Carnaval. Estamos aqui para apoiar a Liga, sobretudo no aspecto de humanização, para que comecem a pensar o Carnaval já na próxima semana e não no próximo ano. Trata-se de um produto turístico que queremos desenvolver e tornar a Cidade da Praia mais atractiva e cosmopolita para o mundo”, enfatizou.

O autarca disse ter ficado satisfeito com o desfile, com a organização e com a disciplina, por isso assevera continuar a estudar formas de financiamento do Carnaval na capital, pois, ao seu ver, verifica-se uma discrepância “muito enorme” em relação ao financiamento que as outras ilhas recebem.

Para além de chamar as empresas para um maior apoio, Óscar Santos afirmou ainda que é necessário que o Governo aumente o financiamento que a Liga da Associação dos Grupos de Carnaval recebem, explicando que “não é possível fazer um bom Carnaval com poucos recursos”.

Por sua vez, o vereador da Cultura da Câmara Municipal da Praia, António Lopes Silva, considerou que deram “passos significativos” e que devem continuar a dar mais saltos para que a Praia tenha um Carnaval com muito mais qualidade.

“Não queremos comparar com ninguém, mas queremos um Carnaval de muita qualidade e diferente, com vários tipos de abordagens, com novos elementos da nossa cultura, para que as pessoas não necessitam de ir ao Brasil para ver o Carnaval, mas que venham à Praia ver um Carnaval diferente e com elementos da nossa cultura”, frisou.

Para o próximo ano, o vereador promete transformar a Avenida num “grande sambódromo”, com condições para que mais pessoas possam apreciar “um bom Carnaval” na Praia.

Por sua vez, os milhares de foliões que se deslocaram à Avenida para desfrutar da batucada, da energia positiva dos grupos, do brilho das roupas e dos andores deram nota positiva á organização e ao desfile dos seis grupos que passaram pela arena, designadamente, Samba Jó, Estrela da Marinha, Vindos do Mar, Vindos d´África, Inter Vila e Bloco Afro Abel Djassi.

Para alguns foliões ouvidos pela Inforpress, este ano, o Carnaval 2018 na Cidade da Praia foi o “melhor de todos os tempos”, com mais qualidade, com mais civismo, com melhor qualidade de som e com melhores acabamento nas confecções dos andores e dos vestuários dos figurantes.

Os vencedores do Carnaval 2018 serão conhecidos na tarde de quarta-feira de Cinzas, por volta das 17:00, no Paços do Concelho.

O elenco do jurado vai avaliar os grupos por figurino, coerência temática, organização do desfile, bateria, mestre-sala e porta-bandeira, rei e rainha, carro alegórico , música e rainha de bateria.

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here