“Cabo Verde está a passar por um período sensível e complexo. A credibilidade do país, um grande ativo nos últimos anos, está em crise. Mensalmente, vêm ocorrendo escândalos, envolvendo as mais altas figuras da Governação e tudo isso, perante uma completa ausência do primeiro-ministro que os cabo-verdianos escolheram”, disse o vice-presidente do PAICV, Nuías Silva.

Nuías Silva falava, em conferência de imprensa, na sede do Partido Africano da Independência de Cabo Verde (PAICV), na cidade da Praia, para dar conta dos resultados da reunião da Comissão Política Nacional, realizada quarta-feira à noite.

Publicidade