Segundo a mesma fonte, o investimento da China no exterior alcançou os 69.500 milhões de yuan (8.900 milhões de euros), distribuídos por 99 países e regiões do mundo.

O aumento ocorre apesar de Pequim ter aprovado regras mais restritivas para o investimento no exterior, visando travar o que considera “investimentos irracionais”.

O país asiático tornou-se, nos últimos anos, um dos principais investidores em Portugal, comprando participações em grandes empresas das áreas da energia, seguros, saúde e banca, enquanto centenas de particulares chineses compraram casa em Portugal à boleia dos vistos ‘gold’.

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here