No âmbito das actividades da Escola de Artes Dans’Artes, da coreógrafa moçambicana Maria Helena Pinto, o Teatro Gil Vicente acolhe, no dia 16 de Dezembro, às 14Horas, a 3ª edição do espectáculo “A Força de Um Sonho”. O “show” será protagonizado por mais de 100 crianças, dos 03 a 17 anos de idade, de Maputo e Djonasse, das quais cerca de 50 são bolseiras da Dans’Artes.

Paralelamente, será lançado o primeiro álbum, com 10 músicas infanto-juvenis, da Dans´Artes e a participação, pela primeira vez, de alunos adultos que apresentarão dança. No mesmo palco do Gil Vicente, juntar-se-ão encarregados de educação dos alunos da Dans´Artes para proporcionar momentos de desfile de moda.

De acordo com a coordenadora do projeto, Maria Helena Pinto, A Força de Um Sonho “significa acreditar, lutar, persistir, visualizar, caminhar sem desistir do que se almeja; significa ver onde outros não alcançam; significa olhar para dentro de si e saber que se está no sítio certo, na hora certa, na causa certa e seguir em frente face a inúmeras adversidades, dificuldades, impedimentos, constrangimentos; significa abdicar de si pelos outros, significa ter o sentido de que se trava cada batalha por um bem enorme, maior do que nós próprios; significa ter encontrado o sentido, a via, a missão de sua estadia na terra; significa ter os pés no chão mas voando alto e realizando passo a passo um grande sonho, carregando outros sonhos nele”.

O espectáculo insere-se no âmbito dos planos de formação visualizados aquando da criação do projecto Dans’Artes que englobam técnicas de danças moçambicanas, ballet, moderna, contemporânea, hip-hop, valsa, kizomba, afro-beat etc.; no ramo da música, com canto e aprendizagem de instrumentos musicais; no campo das artes circenses formando em acrobacia, equilibrismo e malabarismo; contemplam igualmente esta formação, as artes plásticas, artesanato, poesia. Refira-se que a primeira e a segunda edições tiveram lugar em 2016 e 2017, igualmente no mês de Dezembro.

Publicidade