O presidente do Comité das Políticas de Desenvolvimento (CDP, na sigla em Inglês), José António Ocampo, afirmou, em comunicado, na quinta-feira, que este é “um momento histórico”, salientando que apenas cinco países – um dos quais Cabo Verde – saíram da categoria dos Países Menos Desenvolvidos (LDC, na sigla em Inglês), desde que foi instituída em 1971.

Estes quatro países aumentaram o poder de compra dos seus cidadãos e melhoraram o acesso aos cuidados de saúde e à educação, o que os tornam elegíveis para saírem do grupo dos LDC.

 

Os Países Menos Desenvolvidos são avaliados por três critérios, a saber objectivos na saúde e educação; vulnerabilidade económica; e rendimento nacional bruto por pessoa.

Os países têm de cumprir dois dos três critérios em duas revisões trienais consecutivas do CDP para serem considerados elegíveis para saírem do grupo.

O CDP vai agora enviar a sua recomendação para o Comité Económico e Social, para que este a subscreva e envie para a Assembleia-Geral da ONU.

Publicidade