A redução para cerca de 20% do caudal habitual foi imposta desde dia 08, depois da queda de parte de uma ponte nos arredores de Maputo, que provocou a rutura de duas condutas.

A estrutura metálica de suporte das condutas foi, entretanto, reposta, decorrendo hoje ensaios na tubagem de abastecimentos.

Segundo os serviços locais, com a conclusão das obras, voltarão a ser fornecidos 240 mil metros cúbicos de água por dia, ou seja, a capacidade de produção da Estação de Tratamento de Água (ETA) de Umbelúzi.

Publicidade