A primeira parte da ronda de Abe, decorre entre os dias 22 e 26 e inclui visitas a França, Itália, Bélgica e Eslováquia, para reuniões com os líderes destes países, anunciou hoje o executivo nipónico.

Da agenda destacam-se as reuniões previstas com o Presidente francês, Emmanuel Macron, assim como com os responsáveis máximos do Conselho Europeu e da Comissão Europeia, Donald Tusk e Jean Claude-Juncker.

Nestes encontros, tratará da recente entrada em vigor do acordo comercial entre o Japão e a União Europeia, bem como de temas económicos, ambientais e relacionados com a proteção dos dados pessoais, que constituem parte da agenda da cimeira do G20, nos dias 28 e 29 de junho, em Osaca (oeste).

O principal objetivo desta viagem é “garantir uma estreita cooperação para conseguir que a cimeira do G20 seja um êxito”, disse Abe ao anunciar a deslocação, em inícios do mês.

Após a etapa europeia, o líder conservador nipónico desloca-se aos Estados Unidos, entre 26 e 28 de abril, antes concluir a viagem, a 29, no Canadá.

Abe tem previsto reunir-se em Washington com o presidente norte-americano, Donald Trump, nos dias 26 e 27, com quem se espera que trate temas como o diálogo para a desnuclearização da Coreia do Norte ou a abertura das negociações para um acordo comercial bilateral.

A Casa Branca anunciou na sexta-feira que, durante os contactos, Abe e Trump reafirmarão a aliança entre os dois países “como pedra angular da paz, da estabilidade e da prosperidade na região do Indo-Pacífico e em todo o mundo”.

Abe e Trump prepararão, também, a visita de Estado do mandatário republicano ao Japão, prevista para finais de maio, durante a qual este celebrará outra cimeira com o líder nipónico e se reunirá com o imperador do Japão, Akihito, que ascenderá ao Trono de Crisântemo no início do próximo mês.

Publicidade