África: O aumento da dívida pública preocupa o FMI

0

O director do departamento africano do Fundo Monetário Internacional (FMI), Abebe Aemro Selassie, considerou ontem que a subida da dívida pública para mais de 50 por cento do PIB (Produto Interno Bruto) na África Subsaariana é o mais preocupante desequilíbrio macroeconómico da região.

“Talvez a mais preocupante manifestação dos desequilíbrios económicos que surgiram em muitos países na África subsaariana é o aumento da dívida pública, que está agora em mais de 50 por cento do PIB em metade das economias da região”, disse Abebe Aemro Selassie, num discurso na London School of Economics.

Depois de lembrar que o abrandamento na região acontece num contexto de rápida expansão da generalidade das economias nos últimos anos, com taxas de crescimento de dois dígitos em muitos casos, o director do departamento africano do FMI salientou que “a média da dívida do sector público nesta região subiu de 34 por cento do PIB, em 2013, para 48 por cento, em 2016”.

Publicidade