O anfitrião Brasil, com dificuldades, e a França, com grande facilidade, qualificaram-se quarta-feira para os quartos de final do Mundial de futebol de sub-17, juntando-se a Espanha, México, Coreia do Sul e Holanda.

Os ‘canarinhos’, campeões em 1997, 1999 e 2003, superaram o Chile por 3-2, marcando encontro com o vencedor do embate entre Equador e Itália, enquanto a França, vencedora em 2001, goleou a Austrália, reduzida a 10 desde os 55 minutos, por 4-0.

Em Brasília, o Brasil adiantou-se logo aos oito minutos, por Kaio Jorge, mas os chilenos deram a volta, com um ‘bis’ de Joan Cruz, aos 25 e 41. Em ‘cima’ do intervalo, aos 45+2, Kaio Jorge também ‘bisou’, de penálti, antes de Diego Rosa decidir, aos 68.

Por seu lado, os gauleses também marcaram cedo, aos seis minutos, por Nathanael Mbuku, que chegaria ao ‘hat-trick’, com tentos aos 74 e 82, já depois da expulsão de Anton Mlinaric, aos 55. Enzo Millot fechou a contagem, aos 87.

Nos quartos de final, os franceses defrontam a Espanha, quatro vezes finalista vencida (1991, 2003, 2007 e 2017) e duas vezes terceira (1997 e 2009), que bateu o Senegal por 2-1, com tentos de Robert Navarro, aos 27 minutos, e German Valera, aos 59.

A formação senegalesa, em estreia num Mundial de sub-17, ainda reduziu, aos 85 minutos, por Souleymane Faye, mas já não evitou o triunfo dos espanhóis.

Por seu lado, o México, campeão em 2005 e 2011, impôs-se ao Japão por 2-0, com golos de Eugenio Pizzuto, aos 57 minutos, e Santiago Muñóz, aos 74.

Nos quartos de final, os mexicanos vão defrontar a Coreia do Sul, que, no primeiro encontro dos ‘oitavos’, na terça-feira, superou a estreante Angola por 1-0.

A Holanda também se qualificou na terça-feira, ao vencer a Nigéria, recordista de vitórias na prova, com cinco (1985, 1993, 2007, 2013 e 2015), por 3-1, graças a um ‘hat-trick’ de Sontje Hansen, jogador do Ajax. Vai defrontar Argentina ou Paraguai.

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here