A BP passa, dessa forma, a ter uma participação de 46 por cento no Bloco 18, igual à da Sonangol Sinopec Internacional, Limited, enquanto que a Sonangol Pesquisa e Produção fica com 8,00 por cento, de acordo com o Decreto Executivo publicado no Diário da República de 4 de Setembro.

A notícia também da conta do facto do ministro dos Recursos Mineiras e Petróleos, Diamantino Azevedo, ter autorizado a cessão daquela fração da participação da BP, primeiro transferida para a Sonangol EP e depois para a sua subsidiária de Pesquisa e Produção.

O Bloco 18 situa-se nas águas profundas, entre as bacias do Kwanza e do Congo. A lâmina de água neste bloco varia entre 750 e 1 750 metros. O desenvolvimento do “Grande Plutónio”, constituído por cinco campos (Gálio, Crómio, Cobalto, Paládio e Plutónio), descobertos entre 1999 e 2001, foi o primeiro ativo operado pela BP em Angola.

Publicidade