A parceria foi apresentada na AfricaCom, a maior exposição de telecomunicações do continente, realizada de terça a quinta-feira, consistindo no encaminhamento de fibra ótica entre Sangano, em Angola, e Boca Raton, em Miami (Estados Unidos), depois de o teste de aceitação final ter sido concluído com sucesso.

A Angola Cables declarou num comunicado que a conexão direta dos dois sistemas de cabo por meio de uma rota expressa resulta numa latência (atraso) reduzida entre os continentes e simplifica bastante a ativação dos serviços.

A conexão envolve o SACS, cabo de fibra ótica desenvolvido e gerido pela Angola Cables, constituído por quatro pares de fibras entre Luanda e Fortaleza, no Brasil, tal como o sistema de cabos Monet, conectando a cidade brasileira e Boca Raton, com extensão até Santos e São Paulo, no Brasil.

As latências registadas mostram um desempenho melhorado, com os encaminhamentos entre Luanda e Miami reduzidos para 123,4 milissegundo (ms), entre a Cidade do Cabo e Miami, para 162 ms, e entre Joanesburgo e Miami, para 180 ms.

Publicidade