Segundo uma nota de imprensa do Ministério das Relações Exteriores, chegada à Angop, o chefe da diplomacia angolana já manteve  encontro com o ministro das Finanças, Federação de Negócios da Singapura, Government Investment Corporation (Fundo Soberano) e com  alguns dos principais  grupos empresariais.

Manuel Augusto, que se faz acompanhar do ministro dos Recursos Minerais e Petróleo, Diamantino Azevedo, vai participar numa mesa redonda com vários grupos de  empresários de Singapura.

Integram a delegação angolana, a  secretaria de Estado do Tesouro, Vera Daves de Sousa, o  secretário do Presidente da República para o Sector Produtivo,  Isaac Maria dos Anjos, assim como Ismael Gaspar Martins, administrador não executivo do Fundo Soberano, e  Sebastião Gaspar Martins,  membro do Conselho de Administração da Sonangol.

Um acordo para a criação das bases gerais para a promoção da cooperação técnica deverá ser assinado, no quadro desta deslocação, entre Angola e Singapura.

Angola pretende cooperar nos domínios do planeamento e desenvolvimento, tecnologia e inovação produtiva, ambiente e recursos naturais, educação, cultura e património, energia, mineração, pesca, agricultura e agro-negócio, portos, transporte, comunicações, turismo, saúde, bem-estar social, entre outras.

A Singapura é a sexta maior praça financeira da Ásia.

Publicidade