O festival de cinema, que nesta edição de estreia presta homenagem aos feitos e às obras literárias de António Agostinho Neto, prevê ainda a participação especial de atores e realizadores de Angola, Brasil, Moçambique, Portugal e Cabo Verde.

Dividido por várias etapas, incluindo algumas de produção, no qual os participantes vão gravar oito curta-metragens, de 25 minutos cada, seis documentários e dois filmes de ficção, todos baseados nas histórias e poemas do escritor homenageado, o festival de cinema tem, nesta primeira edição, uma programação especial que inclui a realização de sessões comentadas por júris e produtores profissionais angolanos e estrangeiros.

A organização pretende realizar um festival inclusivo, no qual o voto do público vai contar para a distinção de alguns filmes, embora a atividade não seja de carácter comercial, mas sim para a promoção do intercâmbio, através de seminários de produção audiovisual, capazes de permitir a formação de novos talentos.

Publicidade