Selda e Gari Sinedima formam dueto para um concerto a ter lugar hoje, às 20h00, no espaço cultural Rooftop, na Ingombota, em Luanda, no qual revisitam êxitos de Tim Maia, um dos maiores ícones da música popular brasileira.

“Eles Cantam Tim Maia” é a denominação do espectáculo que tem a duração de mais de duas horas de música ao vivo diversificada: popular brasileira, samba, funk, soul music, r&b, disco e bossanova. O repertório é composto por mais de 15 temas, maioritariamente interpretados de forma individual pela cantora Selda, escolhida pela produção como voz principal, apesar de alguns em dueto a serem interpretados na companhia de Gari Sinedima.

“Me Dê Motivo”, “Réu confesso”, “Telefone”, “Aquele Abraço”, “Sossego”, “Azul da Cor do Mar”, “Lábios de Mel”, “Primavera” e “Gostava Tanto de Você” são, entre outras canções, as que o público tem a oportunidade de ouvir nos géneros originais, pelos quais se tornaram conhecidos, e sons harmónicos com influências na world music.

A dupla tem o suporte da banda da cantora, conhecida nas lides artísticas como “Morena de Cá” (título de capa do álbum de estreia), que é formada por guitarra, bateria, baixo e teclado duplo.

A produção espera por mais de 200 pessoas, entre brasileiros e apreciadores de música de outras nacionalidades, a julgar pelos ritmos contagiantes que dominam o espectáculo. Ruca Moreira prometeu algo diferenciado dos realizados com regularidade nas noites luandenses, em particular. “Teremos a oportunidade de ouvir e dançar ao ritmo de muita MPB, samba, funk, soul, r&b, disco e bossanova.”

Tim Maia, nome artístico de Sebastião Rodrigues Maia, foi responsável pela introdução dos géneros soul e funk na música popular brasileira (MPB). As suas canções ficaram marcadas pela rouquidão da sua voz, grave e carregada. Falecido em 1998, aos 55 anos, teve uma vida cheia de problemas, polémicas e êxitos.

Publicidade