Angola: Supressão de vistos com a África do Sul inicia em Dezembro

0

O acordo de supressão de vistos em passaportes ordinários entre as Repúblicas de Angola e da África do Sul entra em vigor na primeira quinzena de Dezembro deste ano, anunciou ontem, no Luena, o embaixador daquele país, Fannie Phacola.

De acordo com o embaixador sul-africano, do lado do Governo do seu país está “tudo feito” para que o acordo comece a vigorar a partir de 15 de Dezembro. Da parte angolana, acrescentou, “existem ainda alguns protocolos a analisar”.

O embaixador sublinhou que a África do Sul está disponível para investir em Angola, sobretudo, nos sectores do comércio, minas, agricultura, floresta, pescas, educação, água e saúde.

Sem adiantar datas para o início da aplicação de um acordo para o efeito, Faninie Phacola afirmou que, por iniciativa da embaixada sul-africana e para impulsionar os investimentos de empresários dos dois países foi criada uma Câmara de Comércio e Indústria, com 30 empresas, que deve ser apresentada no próximo dia 16.

O diplomata manifestou o interesse de o seu país estreitar relações com Angola nos sectores da educação, saúde, energia e água, defesa, emigração, cultura e  comércio. Fannie Phakola anunciou, a propósito, a vinda a Angola de um grupo de estudantes sul-africanos para receberem formação política em Angola.

O diplomata, que falava à chegada ao Luena, onde cumpre uma visita de trabalho de quatro dias, informou sobre a abertura, no dia 16 de Dezembro próximo, da Câmara de Comércio Angola-África do Sul.

A cumprir um périplo por todas as províncias do país, Fannie Phakola reconheceu o potencial económico angolano e defendeu mais iniciativas de investimento privado e estrangeiro. O diplomata quer companhias sul-africanas a investir em Angola, desde que haja interesse em ambos os países. Fannie Phakola reuniu-se com o governador do Moxico, Gonçalves Muandumba.

Publicidade