As Crónicas do Chum: Do bico ao prego

0

Quando Chum veio do Brasil trouxe um papagaio que era como um filho para ele, tinha penas muito coloridas e muito falador.
Sempre que a Kinina ia ver o Chum, o papagaio que ficava no fundo do corredor dizia:
E aí, bandida?
Isso a irritava bastante, mas, como o bicho insistia sempre em provocar-lhe, um dia ela resolveu queixar-se. Chum aborrecido com a ousadia do bicho resolveu castigá-lo e o pintou todo de preto.
Uns dias depois, ela passou e o papagaio todo pintado de preto não disse uma só palavra.
Curiosa, começou a rir bastante, a zombar do bichinho e depois pergunta:
– E aí, você hoje não vai dizer nada?
O papagaio responde calmamente:
– Quando estou de fato, não falo com bandida!

Publicidade