A Associação Mundial de Atletas Olímpicos (WOA) seleccionou o Comité Olímpico Cabo-verdiano (COC) entre os seis países premiados por projectos inspiradores ao serviço da sociedade 2018, com o projecto “Olympians for Sport4life”, numa abrangência dos cinco continentes.

Trata-se de um programa que, além de preocupar com o programa de carreira do Comité Olímpico Internacional, COI, também se preocupa com o empoderamento feminino através do desporto e da equidade de género.

Os seis projectos inspiradores e liderados pela Olimpíada são de países como Cabo Verde (África), Palau (Oceania), Japão (Asia), Moldávia (Europa ), Chile (América do Sul) e Estados Unidos da América (América do Norte), receberão concessões do Serviço para a Sociedade 2018 pela World Olympians Association.

Cada um dos beneficiados serão contemplados com cinco mil dólares (cerca de 500 contos), para os custos de funcionamento de seus projectos, como parte da missão da WOA de capacitar os olímpicos, de forma a proporcionar uma diferença positiva nas suas comunidades, visando construir uma sociedade melhor através do desporto.

Os projectos, apoiados pela Associação Nacional de Olimpíadas de cada país, alinham com os valores olímpicos e as actividades do Movimento Olímpico, com o objectivo de difundir o espírito do Olimpismo em vários temas, incluindo o engajamento e a educação dos jovens, a inclusão, o desporto para todos e a igualdade de género.

Os responsáveis do Comité Olímpico Cabo-verdiano, COC receberam esta notícia como “uma grande vitória para Cabo Verde” ao garantir o subsídio destinado para África”, por considerar tratar-se mesmo de um mérito para os atletas crioulos no sentido de serem agentes transformadores da mudança.

Publicidade