O Banco de Desenvolvimento da África Austral vai disponibilizar 80 milhões de dólares (72 milhões de euros) para obras na rede elétrica de duas cidades moçambicanas, anunciou fonte oficial.

O valor vai ser disponibilizado à Eletricidade de Moçambique (EDM) e vai servir para reabilitar a rede elétrica das cidades de Maputo e Pemba num prazo de três anos, disse à Lusa Luís Amado, porta-voz daquela empresa pública moçambicana.

Na cidade da Pemba, na província de Cabo Delgado, norte de Moçambique, a EDM vai montar um equipamento de compensação para estabilizar a voltagem, tendo em conta que a energia percorre cerca mil quilómetros de Chora Bassa, na província de Tete, para Pemba, chegando sem muito potência.

“Este equipamento vai ajudar a estabilizar a voltagem, permitindo a transferência de mais 14 megawatts para a província”, explicou o porta-voz da EDM.

Na cidade de Maputo, capital moçambicana, sul do país, o valor vai permitir a reabilitação de oito postos de seccionamento, além de renovar os cabos principais que saem das subestações, um material que é do tempo colonial.

“São sensivelmente 53 quilómetros de cabos que vão ser substituídos em Maputo, acrescentou a fonte.

O apoio monetário do DBSA só foi possível após intermediação do Banco Nacional de Investimentos (BNI), entidade vocacionada o financiamento de projetos de desenvolvimento sustentável em Moçambique.

Publicidade