Foi durante a manhã que a publicação francesa começou a revelar os candidatos ao “Ballon d’Or”, ou “Bola de Ouro”, através da rede social Twitter.

Vencedor deste galardão por cinco ocasiões – em 2008, quando militava no Manchester United, em 2013, 2014, 2016 e 2017, todos eles obtidos no Real Madrid – Cristiano Ronaldo, agora na Juventus, volta a ser nomeado à Bola de Ouro.

Para além de Cristiano Ronaldo, também são já conhecidos os nomes dos 30 nomeados à Bola de Ouro pela France Football, com natural destaque para Lionel Messi, avançado argentino do FC Barcelona detentor de cinco troféus, Antoine Griezmann (Atlético Madrid) e Neymar (Paris Saint-Germain), ambos jogadores que têm gravitado junto do pódio nos últimos anos, e Kylian Mbappé (Paris Saint-Germain), a sensação de 19 anos que venceu o prémio Golden Boy no ano passado e que promete ser um candidato constante nos anos vindouros

A grande maioria dos candidats, como já vem sendo uma tendência, são jogadores atacantes, contabilizando-se Luis Suarez (FC Barcelona), Sergio Agüero (Manchester City), Harry Kane (Tottenham Hotspur), Mario Mandzukic (Juventus), Gareth Bale e Karim Benzema (Real Madrid), Mohamed Salah, Roberto Firmino e Sadio Mané (Liverpool) e Edison Cavani (Paris Saint-Germain).

Para além destes jogadores, os guarda-redes Thibaut Courtois (Chelsea), Alisson Becker (Liverpool), Hugo Lloris (Tottenham Hotspur) e Jan Oblak (Atlético Madrid) também estão a concorrer, assim como os defesas Diego Godin (Atlético Madrid), Marcelo, Sergio Ramos e Raphaël Varane (Real Madrid), e os médios Paul Pogba (Manchester United), Ivan Rakitic (FC Barcelona), Kevin de Bruyne (Manchester City), Luka Modric e Isco (Real Madrid), Eden Hazard e N’Golo Kanté (Chelsea).

O jogador português já esteve nomeado para os prémios de Melhor Jogador do Ano para a UEFA e o “The Best”, atribuído pela FIFA. Em ambos os casos, perdeu para o seu ex-colega Luka Modric.

De recordar que a natureza do prémio Bola de Ouro tem sofrido várias alterações nos últimos anos. Até 2010, a France Football e a FIFA mantinham prémios em separado, a “Bola de Ouro” e o prémio de Melhor Jogador do Ano, respetivamente. Dessa data até 2015, mantiveram uma parceria em que fundiram os dois prémios no “FIFA Ballon d’Or”. Findada a colaboração, a Bola de Ouro voltou para a France Football mas a FIFA não retomou o Melhor Jogador do Ano; ao invés, criou de raiz o The Best, com a mesma finalidade.

Para além da Bola de Ouro em futebol masculino, a France Football vai atribuir dois novos prémios neste ano: a Bola de Ouro em futebol feminino para uma de 15 jogadoras nomeadas e o Prémio Kopa, destinado a destacar o melhor jogador jovem com menos de 21 anos.

Publicidade