“A partir de 1º de janeiro serei o Presidente de todos, dos 210 milhões de brasileiros. Governarei em benefício de todos sem distinção de origem social, raça, sexo, cor, idade, ou religião”, declarou Jair Bolsonaro (extrema-direita), durante a cerimónia de diplomação, realizada hoje pelo Tribunal Superior Eleitoral brasileiro, em Brasília.

Bolsonaro agradeceu também aos mais de 57 milhões de votos recebidos na segunda volta das eleições presidenciais, que decorreram a 28 de outubro, e pediu a “confiança” dos eleitores que optaram por outros candidatos.

“Agradeço aos mais de 57 milhões de brasileiros que me honraram com o seu voto. Aos que não me apoiaram, peço a confiança para construirmos juntos um futuro melhor para o nosso país”, disse.

Publicidade