A suspensão decorre do processo disciplinar instaurado a Bruno de Carvalho e restantes membros do anterior conselho diretivo que não se demitiram, dos quais Carlos Vieira, igualmente impedido de concorrer às eleições, Rui Caeiro, José Quintela, Luís Gestas e Alexandre Godinho foram suspensos por 10 meses, enquanto Luís Roque foi alvo de repreensão.

O Sporting está a ser liderado por uma comissão de gestão, que substituiu o Conselho Diretivo, presidido por Bruno de Carvalho, destituído em Assembleia Geral extraordinária realizada em 23 de junho.

Nove associados do clube já manifestaram intenção de concorrer ao ato eleitoral, agendado para 08 de setembro.

Desde de que o presidente da Mesa da Assembleia Geral, Jaime Marta Soares, convocou eleições apresentaram-se como candidatos, além de Bruno de Carvalho e Carlos Vieira, Frederico Varandas, Dias Ferreira, João Benedito, José Maria Ricciardi, Fernando Tavares Pereira, Pedro Madeira Rodrigues e Zeferino Boal.

Publicidade