O vice-primeiro-ministro e ministro das Finanças, Olavo Correia, garantiu hoje que não há desentendimentos entre as partes envolvidas no processo negocial da Cabo Verde Airlines, nomeadamente Governo e Loftleidir Icelandic, mas sim um processo normal de negociação.

Olavo Correia fez esta afirmação à imprensa, questionado sobre a veiculação de notícias dando conta de três aviões da companhia retidos na Florida e alegada chantagem por parte dos islandeses no processo de negociação.

Segundo o governante, a notícia sobre a retenção dos voos já foi desmentida, assegurando que o Executivo “está a fazer tudo” para criar um novo contexto permitindo que a empresa continue a operar.

Por outro lado, explicou não haver desentendimentos no processo negocial da Cabo Verde Airlines, mas sim um processo que acontece em todo mundo, em que as partes defendem suas posições para chegar a um compromisso.

“É o mais normal e é o habitual num processo negocial em qualquer parte do mundo”, sustentou.

Instado sobre a continuação dos islandeses na Cabo Verde Airlines, Olavo Correia respondeu haver um processo, salientando que o contexto mudou devido à pandemia, sem certezas de quando os mercados da aviação civil vão reabrir.

“Temos que ser sérios para colocar na mesa todo o processo de renegociação dos pressupostos que foram estabelecidos antes da covid-19”, ressaltou.

Nesta linha, garantiu não haver qualquer chantagem por parte dos islandeses, reiterando ser normal que as partes tenham interesse, uns convergentes e outros não, tendo neste sentido a necessidade de compromissos concretos.

Refira-se que, os accionistas da Cabo Verde Airlines estarão reunidos, no dia 23 de Julho, em assembleia-geral extraordinária para “deliberar sobre a nomeação dos novos membros dos órgãos sociais”, bem como a remuneração dos membros dos órgãos sociais.

Esta assembleia-geral – que vai decorrer no Hotel Praia Mar, pelas 14:30 locais (16:30 de Lisboa) e com acesso a accionistas por videoconferência – já esteve marcada para 16 de Março, mas acabou por ser suspensa devido à pandemia de covid-19.

Apesar de a assembleia-geral só acontecer este mês, a Cabo Verde Airlines (CVA) anunciou em 05 de Fevereiro, em comunicado, que Erlendur Svavarsson é o novo presidente do conselho de administração da companhia, sucedendo a Jens Bjarnason, que ocupou o cargo desde o início de 2019.

Publicidade