Cabo Verde: “Chiquinho” será adaptado a filme no próximo ano – ministro da Cultura

0

O ministro da Cultura e das Indústrias Criativas, Abraão Vicente, disse hoje que o romance “Chiquinho”, de Baltasar Lopes, poderá vir a ser adaptado a filme, no próximo ano, numa produção cem por cento cabo-verdiana.

Abraão Vicente deu esta a garantia à imprensa durante a visita de dois dias que efetua a São Nicolau no âmbito da implementação do projeto de Televisão Digital Terrestre (TDT).

O titular da pasta da Cultura e das Indústrias Criativas avançou que está-se “num processo de montagem de um edital para garantir que a produção do filme seja cem por cento cabo-verdiana”.

Conforme explicou, esta é uma forma de dar a oportunidade a realizadores cabo-verdianos de produzirem guiões e apresentarem “o melhor projecto”, tal como aconteceu com o filme “Os dois irmãos”.

O realizador que ganhar o concurso, segundo Abraão Vicente, poderá contar com parte de financiamento do Governo e terá um tempo para mobilizar outros recursos para produzir o filme e, desta forma, “talvez”, no próximo ano, o filme poderá começar a ser rodado.

“Tudo depende da montagem, do guião e da produção dos próprios realizadores”, clarificou.

O ministro avançou ainda que, de acordo com os critérios propostos, os atores deverão ser cem por cento cabo-verdianos e o filme rodado em São Nicolau.

A adaptação a filme do romance “Chiquinho” é um desafio lançado pelo primeiro-ministro, Ulisses Correia e Silva, aquando da sua visita a São Nicolau na semana passada.

Publicidade