Cabo Verde conta com o apoio de Portugal na capacitação técnica e montagem de todo o sistema para criação do Instituto Público do Desporto e da Juventude, cuja entrada em funcionamento está prevista para início de 2020.

O ministro do Desporto, Fernando Elísio Freire, fez esta revelação hoje à imprensa no término de um encontro de trabalho com o seu homólogo português, Tiago Brandão Rodrigues, no Palácio do Governo, onde reiterou a possibilidade do Instituto do Desporto de Cabo Verde começar a funcionar no inicio do próximo ano.

Nesse encontro, os dois governantes reafirmaram a intenção de continuar a desenvolver a cooperação no sector do desporto, sobretudo na área da medicina desportiva, do desporto para todos, do desenvolvimento da autoridade antidopagem em Cabo Verde, e na questão da credibilização de Cabo Verde como um centro de referência para a organização de evento internacionais.

A juventude foi igualmente debatida nesse encontro, como sendo um desafio que Fernando Elísio Freire considera que deve ser encarado de frente.

A este propósito, o ministro referiu-se a políticas levadas a cabo nos últimos anos, com reflexos na diminuição do desemprego jovem e da juventude denominada “Nem, Nem”, isto é, que não trabalha, não estuda, mas manifestou a importância de se manter acções consistentes, eficazes, e com parcerias com Portugal.

O governante luso, por sua vez, afirmou que a reunião aconteceu na “senda do trabalho profícuo” que as partes têm vindo a fazer ao longo dos últimos três anos, realçando mesmo que ambos os governantes têm trabalhado para que todas as suas politicas públicas nas áreas do desporto e da juventude possam ganhar das boas práticas dos dois países e dos trabalhos feitos.

Da reunião, prosseguiu Tiago Rodrigues, as partes alicerçaram, e deram continuidade aos trabalhos considerados importantes feitos em conjunto nas políticas públicas do desporto para todos, com vista a proporcionar actividade física a toda a população independentemente dos seus hábitos da prática desportiva e da “importante e transnacional luta contra o doping”.

Enalteceu o facto de Cabo Verde estar a ser receptor de grandes eventos internacionais como os I Jogos africanos de Praia na ilha do Sal, previstos para Junho próximo, na ilha do Sal.

Publicidade