O Presidente da República e seu homólogo do Senegal vão testemunhar a assinatura de alguns instrumentos jurídicos, no quadro da visita do chefe do Estado de Cabo Verde ao Senegal, que acontece de 26 a 28.

A convite do presidente da República do Senegal, Macky Sall, Jorge Carlos Fonseca vai estar de 26 a 28 deste mês neste país, acompanhado do ministro dos Negócios Estrangeiros, Luís Filipe Tavares, que deverá assinar alguns ” acordos importantes” para os dois países com o seu homólogo Sidiki Kaba.

Uma Convenção para evitar a dupla tributação e prevenir a evasão fiscal, um acordo de cooperação no domínio da Saúde, um protocolo de cooperação no domínio da Comunicação Social e um protocolo de cooperação em matéria de qualidade, normalização e actividades conexas, são alguns dos acordos a serem rubricados.

Segundo um comunicado da Presidência da República, esta visita vem sublinhar a natureza privilegiada dos laços históricos de amizade, fraternidade e cooperação que unem os dois países e povos e sedimentará o propósito de ambos de impulsionar e aprofundar as relações bilaterais, no quadro da “sólida e multifacetada” parceria que se pretende erigir Cabo Verde e o Senegal.

Durante a sua estada no Senegal, Jorge Carlos Fonseca terá um encontro com o seu homólogo, no dia 26 no, Palácio Presidencial, tendo sobre a mesa de discussão o diálogo político no domínio da cooperação bilateral, as relações no quadro da Comunidade Económica dos Estados da África Ocidente (CEDEAO), a integração de Cabo Verde e insegurança sub-regional.

“Serve igualmente para retribuir uma visita que o Presidente do Senegal, Machy Sall fez a Cabo Verde em 2014 e pretende-se ainda consolidar politicamente as relações com este país amigo e vizinho de Cabo Verde”, disse o Presidente da República, à margem de uma visita que efectuou no dia 20, ao Núcleo de Operacional da Sociedade de Informação (NOSi).

Em relação à cooperação bilateral, Jorge Carlos Fonseca avançou aos jornalistas que vai centrar-se sobre a presença das comunidades nos respectivos países, assim como a questão das ligações aéreas e marítimas entre Cabo Verde e Senegal.

Em seguida, o Chefe do Estado participará numa sessão solene na Assembleia Nacional do Senegal, altura em que dirigirá uma alocução aos parlamentares, corpo diplomático residente e à comunidade cabo-verdiana radicada no Senegal.

Já no dia 27, o presidente da República proferirá uma aula magna na Universidade Cheikh Anta Diop de Dacar dirigida a comunidade universitária senegalesa e cabo-verdiana e ainda terá um encontro com a comunidade cabo-verdiana radicada no Senegal, nas cidades de Dacar e Thies.

O Presidente do Senegal, Machy Sall, esteve em Cabo Verde em Março de 2017, para uma visita de dois dias e na ocasião manifestou o desejo de ver reforçadas as relações históricas entre os dois países e fazer delas um exemplo de cooperação a nível africano.

Publicidade