Em comunicado, o executivo refere que a decisão foi hoje aprovada pelo Conselho da Confederação Africana de Andebol (CAHB), em Abidjan, à margem do 40.º Campeonato de África dos Clubes 2018.

“Esse feito é motivo de grande satisfação para Cabo Verde, pois é o reconhecimento do trabalho que a Federação Cabo-verdiana de Andebol tem feito em prol do desenvolvimento da modalidade”, lê-se na nota do governo.

Trata-se de “uma conquista que premeia o percurso feito pelo andebol cabo-verdiano e todo o esforço que o país tem feito para se afirmar no desporto”.

“Esta vitória é também um estímulo aos nossos atletas e a todos os fazedores do desporto do nosso país”, prossegue o comunicado.

Publicidade