O Ministério da Cultura e das Indústrias Criativas cria o Festival Literário Morabeza. Um evento que passa a ser realizado anualmente no arquipélago e que pretende ser “um grande momento cultural” no país e internacionalizar a literatura cabo-verdiana, nomeadamente através do incentivo à tradução.

O ministro da Cultura e das Indústrias Criativas, Abraão Vicente, adianta que o festival é um pretexto para se conhecer e promover Cabo Verde, através da associação da literatura com as marcar do país.

Abraão Vicente realça que o Festival Literário Morabeza é a consolidação daquilo que o Governo vem transmitindo no decorrer do mandato “que é a ideia de umas indústrias criativas que são baseadas num conteúdo cultural de qualidade”.

Segundo o governante, além de dar espaço aos escritores cabo-verdianos que são as “peças principais, o festival vai dar espaço também à literatura mundo e do mundo, que vai contar com a participação de autores lusófonos de referências como Valter Hugo Mãe, Afonso Cruz, Mia Couto e José Eduardo Agualusa.

O Festival Literário Morabeza realiza de 30 de Outubro a 05 de Novembro na Cidade da Praia.

Publicidade