O ministro da Cultura e Industrias Criativas, Abraão Vicente, anunciou hoje no Porto Novo, que Cabo Verde terá, ainda no decurso deste ano, a lei do cinema, que inclui “um conjunto de incentivos financeiros” a este sector.

“Cabo Verde vai aprovar, ainda este ano, a lei do cinema, que ainda não existe. Uma lei que inclui um conjunto de incentivos financeiros. Temos de perceber que ainda estamos no início daquilo que pode ser o projecto cinematográfico”, em Cabo Verde, explicou Abraão Vicente, no arranque de uma visita de dois dias a Santo Antão.

Em ternos de incentivos, segundo o ministro, a Associação Cabo-verdiana de Cinema (ACC) já recebe, como actual Governo, entre 12 a 15 mil contos por ano.

O ministro da Cultura e Industrias Criativas anunciou ainda que, em Setembro, Cabo Verde, através da ACC, participará, pela premira vez, no festival de cinema, em Toronto, Canadá.

Essa participação, financiada pelo seu ministério, será uma oportunidade para os actores nacionais terem contactos com os grandes produtores e empresas cinematográficas mundiais, segundo Abraão Vicente.

Ainda neste domínio, O Ministério da Cultura e Industrias Criativas (MCIC) acaba de firmar um acordo com um conhecido actor nigeriano que irá, ainda em 2019, fazer uma produção em Cabo Verde.

“Estamos a fazer o nosso trabalho de formiga. Há toda uma complexidade atrás desta indústria e precisamos criar as condições”, notou o governante, referindo-se a opiniões de que Santo Antão tem condições naturais (paisagens), que podem ser exploradas para a indústria cinematográfica.

“Estamos a fazer esse trabalho, que não é fácil, Cabo Verde é um país belíssimo, mas temos que fazer um trabalho de base, porque há outros países que têm essas mesmas condições”, adiantou o titular da pasta da Cultura, acreditando, porém, que Cabo Verde está a dar “passos seguros” no mundo do cinema.

O ministro da Cultura e Indústrias Criativas, que, nesta deslocação a Santo Antão, se faz acompanhar do presidente do Instituto de Património Cultural (IPC), Hamilton Fernandes, vai estar, ainda hoje, no concelho do Paul, onde visita o edifício da antiga alfandega.

Esta terça-feira, estará em Ribeira Grande, com visitas à antiga residência paroquial e ao aqueduto Ponte de Canal.

Neste município, Abraão Vicente procede ainda à assinatura do contracto de consignação empreitada da capela de São Miguel Arcanjo e preside à uma conferência no quadro das comemorações dos 130 anos do edifício dos Paços do Concelho.

Publicidade