Caso”500 milhões de dólares” José de Lima Massano diz que houve várias irregularidades no processo de transferência

Publicidade