O filme “Kmêdeus”, do realizador Nuno Miranda e produzido por Paulo Soulé, tem estreia marcada para o próximo dia 25 de Fevereiro, no Centro Cultural do Mindelo, em São Vicente, anunciou a Kriolscope Filmes.

O filme, que teve estreia mundial em Janeiro durante o Festival Internacional de Cinema de Rotterdam, Holanda, com lotação esgotada, será exibido durante dois dias no Centro Cultural do Mindelo.

Estão previstas três sessões, nomeadamente no dia 27 pelas 21:00, no dia 29 às 18:00 e às 20:00.

“Kmêdeus”, segundo o produtor Paulo Soulé, é uma figura de São Vicente, uma personagem conhecida por muitos como “louco”, mas por outros como sendo um “grande artista” e este documentário debruça-se sobre essa linha ténue entre o ser “artista e louco”.

“Dançando sempre nessa linha ténue entre a loucura e a arte, como se interligam, a relação de “Kmêdeus” com a sociedade que testemunhou sua existência e a relação de artistas e personalidades cabo-verdianos com este assunto”, disse Paulo Soulé, em declarações à Inforpress.

O documentário foi filmado de forma livre entre entrevistas, trechos da peça de dança contemporânea feito pelo coreógrafo e dançarino António Tavares, imagens de arquivo da vida da cidade, tudo isso, “transpondo para o filme a ideia de um verdadeiro ensaio sobre o pensar de um louco mindelense”.

“António Tavares fez uma peça de performance excepcional baseada na vida e no mundo interior do ‘Kmedeus’. Ele nos leva numa viagem pela sua cidade natal, Mindelo, as músicas e filmes da ilha e a celebração de seu carnaval anual. Torna-se, assim, uma busca pelos aspectos fundamentais de uma das comunidades crioulas mais antigas do mundo” lê-se na sinopse do filme.

Publicidade