Conforme constatou a agência Lusa, durante a tarde de hoje choveu na cidade da Praia, de forma mansa, tal como tinha acontecido durante o fim de semana.

Além da cidade da Praia, capital do país, a chuva caiu noutros pontos do país durante o fim de semana, nomeadamente Santo Antão, Fogo, Boavista, São Vicente e interior da ilha de Santiago.

Depois de dois anos consecutivos de seca no país, a chuva dos últimos dias renovou a esperança dos agricultores do arquipélago, muitos deles com terrenos em fase avançada da sementeira.

Na semana passada, o ministro da Agricultura e Ambiente, Gilberto Silva, disse que o Governo está preparado para “todos os cenários” e entrará com medidas adicionais de mitigação dos efeitos de um eventual mau ano agrícola.

“Nós temos trabalhado muito fortemente nas medidas de resiliência e que têm a ver, essencialmente, com a mobilização da água”, afirmou o governante, notando que o trabalho vai preparar o país para enfrentar anos de seca no contexto das alterações climáticas.

Perante a seca que assolou o país em 2017, a União Europeia formalizou um apoio de sete milhões de euros para financiar o programa de emergência.

Publicidade