A decisão consta do decreto presidencial 150/18, de 19 de junho, a que a Lusa teve hoje acesso e que justifica a medida com os “excelentes níveis das relações de cooperação” entre Angola e aqueles dois países africanos, que o Governo angolano pretende reforçar.

Segundo o teor do decreto, Cabo Verde e Ruanda juntam-se à lista de países africanos que desde 30 de março passaram a ver os seus cidadãos isentos de visto (de turismo) para entrarem em Angola, casos do Botsuana, Ilhas Maurícias, Seychelles e Zimbabué, além de Singapura (Ásia).

Publicidade