A CEDEAO decidiu “mobilizar recursos financeiros até mil milhões de dólares [cerca de 900 milhões de euros] para a luta contra o terrorismo”, disse o Presidente do Níger, Mahamadou Issoufou.

O plano e o respetivo orçamento serão apresentados em dezembro, na cimeira ordinária da organização, mas o dinheiro vai ser usado principalmente para “fortalecer as capacidades operacionais” dos exércitos nacionais, bem como as forças conjuntas, “como o G5 Sahel ou a Força Conjunta Multinacional da Bacia do Lago Chade”.

Publicidade