Conferência Internacional “Governance” recomenda Cabo Verde a dotar-se de quadros com mais qualificações

0

A Agência Portuguesa de Comunicação Estratégica (PSO) realizou hoje, na Cidade da Praia, em parceria com o Ministério das Finanças, uma Conferência Internacional “Governance: contexto e desafios” para aferir o estádio de implementação das boas práticas no País.

Em declarações à imprensa, Carlos Maia, representante da PWC, uma consultora mundial, que também esteve envolvida na organização do evento, deixou entender que Cabo Verde deve dotar os seus quadros de “mais qualificações” e que o país deve “beber daquilo que melhor se faz lá fora em termos de mercados mais maduros, nomeadamente na Europa e nos Estados Unidos”.

“Neste momento, o Banco de Cabo Verde está já a implementar medidas na linha do que melhor se faz lá fora”, exemplificou Carlos Maia, adiantando que um dos objectivos da PWC é o de contribuir para o desenvolvimento económico dos países onde esta consultora se encontra instalada.

Na acto de abertura, o ministro das Finanças, Olavo Correia chamou mais uma vez atenção para a necessidade de Cabo Verde ser um país “livre em termos de circulação de bens, de pessoas, de capitais e também, em termos de movimentos tecnológicos”.

“Não se pode construir um país de excelência onde os contratos não são respeitados, a impunidade grassa e onde cada um tenta fazer o seu negócio à sua maneira”, indicou o ministro das Finanças, afirmando ainda que não se pode edificar um Cabo Verde plataforma em que a “evasão fiscal tende a crescer”.

A transparência, indicou o governante é “essencial para um país pequeno que quer afirmar-se à escala global”.

“Não podemos estar num país em que as contas não são publicadas em tempo certo e onde é preciso muita exigência para que os dados sejam fornecidos”, observou o governante.

Referindo-se à segurança jurídica, disse que não se pode ter um país que, em caso de litígio,  os conflitos são redimidos em sete anos.

“Temos que alterar rapidamente este quadro”, concluiu o ministro.

Publicidade