Com esta atualização, o número de mortos subiu para sete e o de infetados para 763.

O presidente da Coreia do Sul colocou no domingo o país sob alerta máximo para doenças infecciosas, ordenando que as autoridades tomassem medidas “poderosas e sem precedentes” para conter o surto, que está a propagar-se rapidamente em torno da cidade de Daegu, no sudoeste do país.

Desde que foi detetado no final do ano passado, na China, o coronavírus Covid-19 provocou quase 2.500 mortes e infetou mais de 78 mil pessoas a nível mundial.

A maioria dos casos ocorreu na China, em particular na província de Hubei, no centro do país, a mais afetada pela epidemia.

As autoridades chinesas isolaram várias cidades da província de Hubei para tentar controlar a epidemia, medida que abrange cerca de 60 milhões de pessoas.

O segundo país mais afetado é o Japão, com 769 casos (quatro dos quais mortais), incluindo pelo menos 364 no cruzeiro ‘Diamond Princess’ onde no sábado foi detetada a infeção de um cidadãos português.

Itália surge em quarto lugar dos países e territórios com mais casos, registando 132 casos de infeção por Covid-19, dois deles mortais.

Publicidade