Para além das 100 mil patacas, o Banco Nacional Ultramarino em Macau abriu ainda uma conta de angariação de fundos para apoiar a instituição e o combate ao surto de Covid-19.

O Banco Nacional Ultramarino em Macau doou hoje à Caritas 100 mil patacas (mais de 11.500 euros) e abriu uma conta de angariação de fundos para apoiar a instituição no combate ao surto do novo coronavírus.

“O presidente da Comissão Executiva do BNU, Carlos Álvares, encontrou-se com o secretário-geral da Caritas Macau, Paul Pun, para entregar a doação”, indicou, em comunicado.

Na mesma nota, o BNU destacou a abertura de “uma conta para angariar fundos para as atividades anti-epidemia da Caritas, tais como, a compra de material médico e assistência na prestação de cuidados de saúde e proteção para evitar a propagação do vírus”.

“Os fundos angariados serão transferidos para a Caritas Macau”, frisou o BNU.

A Caritas, instituição de apoio social, foi fundada em 1945 em Portugal e em 1951 em Macau, de acordo com informação institucional publicada online.

“A Caritas Macau tem apoiado a comunidade desde 1951. É uma organização sem fins lucrativos com uma longa história de serviço e um forte compromisso com a sociedade. Os seus colaboradores e voluntários trabalham incansavelmente no cuidado e assistência aos mais desfavorecidos”, destacou a instituição bancária.

Publicidade