Cabo Verde registou hoje mais 24 doentes recuperados da infeção pelo novo coronavírus, reduzindo os casos ativos no país para 236, todos na ilha de Santiago, de um acumulado nacional de 421 casos, informou fonte oficial.

Em conferência de imprensa, na cidade da Praia, para fazer o ponto de situação da doença no país, o diretor do Serviço de Prevenção e Controlo de Doenças, Jorge Noel Barreto, informou que foram registados mais 12 casos recuperados, que se juntam a outros 12 que tinham sido anunciados de manhã em comunicado do Ministério da Saúde.

O porta-voz do Governo avançou que os doentes que tiveram alta estavam em isolamento institucional no Hospital Psiquiátrico da Trindade (12), na Escola de Hotelaria e Turismo (6) e no Estádio Nacional (6).

Cabo Verde passa assim a ter um total de 179 doentes recuperados do coronavírus, e reduziu o número de doentes ativos para 236, distribuídos pela Praia (233), Tarrafal (1) e Santa Cruz (2), todos municípios da ilha de Santiago.

O diretor do Serviço de Prevenção e Controlo de Doenças avançou os dados no dia em que o país registou mais 16 casos positivos e elevou o acumulado nacional para 421, desde 19 de março.

Do total, registaram-se ainda quatro óbitos, três cabo-verdianos e um cidadão inglês, e dois doentes transferidos para os seus países de origem.

Neste momento, Jorge Barreto reafirmou que situação da doença no país mantêm-se “estacionária”, porque o número de casos diários praticamente continua o mesmo, numa média de 9 a 10 por dia.

“Dá-nos a ideia de que a situação está estacionária, não há um aumento para além daquilo que estava a acontecer pelo menos nos últimos dias. Vamos aguardar para ver como é que é”, perspetivou, sublinhando o facto de hoje não ter sido registado nenhum caso suspeito na Praia.

Na mesma conferência de imprensa, a presidente do Instituto Nacional de Saúde Pública (INSP), Maria da Luz Mendonça, disse que, depois de uma paragem de quatro dias, o Laboratório de Virologia retomou as suas atividades e no domingo estará tudo praticamente normalizado.

Quanto às amostras que estavam pendentes dos últimos dias, a responsável garantiu que já foram todas analisadas.

Maria da Luz Mendonça sublinhou que ainda continuam a aparecer novos casos de doença na Praia, pelo que aproveitou para reforçar o apelo para o cumprimento das medidas de prevenção.

“Estamos a reforçar a comunicação de risco, com equipas no terreno que estão a fazer sensibilização porta a porta, para que as pessoas mudem de comportamento, mas um comportamento positivo para a saúde, para isso precisamos de trabalhar mais”, disse a presidente do INSP, no dia em que a ilha de Santiago passou a vigorar em estado de calamidade, com algumas restrições.

Os casos registados de covid-19 em Cabo Verde foram nas ilhas de Santiago (362), Boa Vista (56, todos recuperados) e São Vicente (3, todos recuperados).

A nível global, segundo um balanço da agência de notícias AFP, a pandemia de covid-19 já provocou mais de 364 mil mortos e infetou mais de 5,9 milhões de pessoas em 196 países e territórios.

Mais de 2,4 milhões de doentes foram considerados curados.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Publicidade