Cabo Verde fez cerca de 3.000 testes rápidos de pesquisa de anticorpos do novo coronavírus este mês, na Praia e na Boa Vista, e os resultados são “muito encorajadores”, disse hoje o diretor nacional de Saúde.

Na habitual conferência de imprensa para fazer o balanço diário da pandemia do novo coronavírus no país, Artur Correia afirmou que os testes rápidos começaram a ser feitos no início do mês de maio, a partir do momento em que houve essa disponibilidade.

Dos cerca de 3.000 testes realizados até agora, a mesma fonte disse que a maioria foi na cidade da Praia (2.200), capital do país, na ilha de Santiago, e os restantes na Boa Vista, a ilha onde foi diagnosticado o primeiro caso de covid-19 em Cabo Verde e que desde quinta-feira não regista doentes ativos.

A cidade da Praia é agora o epicentro da doença no país e é também onde os testes rápidos estão a ser intensificados nos bairros com mais casos, nomeadamente Vila Nova, Ponta d’Água, Achada de Santo António, Cobom, Tira Chapéu e Achada Grande Frente.

“Devemos dizer que os dados são muito encorajadores. Não temos encontrado muitos positivos e esses testes têm servido também para fazer uma triagem de todos os casos positivos, que serão reconfirmados com teste PCR (de infeção do novo coronavírus)”, adiantou Artur Correia.

“Isso dá-nos um direcionamento mais fiável para fazer os testes de PCR e, ao mesmo tempo, dá-nos informações de como é que o vírus estaria a circular na comunidade e os resultados são muito animadores”, declarou o porta-voz do Ministério da Saúde.

Cabo Verde já diagnosticou um acumulado de 362 casos de covid-19, desde 19 de março, nas ilhas de Santiago (303), Boa Vista (56) e São Vicente (3).

Do total, três resultaram em óbito, 130 foram considerados recuperados, dois foram transferidos para os seus países e o país tem neste momento 227 doentes ativos, todos na ilha de Santiago.

Dos casos em isolamento, 223 estão na Praia, dois em Tarrafal e dois em Santa Cruz.

A nível global, segundo um balanço da agência de notícias AFP, a pandemia de covid-19 já provocou quase 330 mil mortos e infetou mais de 5,1 milhões de pessoas em 196 países e territórios.

Mais de 1,9 milhões de doentes foram considerados curados.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here