O Governo de Cabo Verde suspendeu temporariamente a aplicação do mecanismo de fixação dos preços dos combustíveis a partir desde mês de abril, na sequência do estado de emergência declarado no país por causa do coronavírus.

Em resolução publicada no Boletim Oficial e que a Lusa teve hoje acesso, o Governo cabo-verdiano justificou ainda a medida com a recente alteração da conjuntura de preços no mercado internacional e a perspetiva de evolução nos próximos dois meses.

 “O Governo decide proceder à uma alteração pontual, porém necessária, à Resolução nº38/2020, de 04 de março, que suspende a aplicação do mecanismo de fixação do de preços dos combustíveis”, lê-se na resolução, que indica que a suspensão diz respeito ao fuel 380 e ao fuel 180. 

Nessa suspensão temporária, foi ainda aplicado um período de transição, de 01 a 31 de março.

Na última atualização publicada pela Agência Reguladora Multissetorial da Economia (ARME) e que entrou hoje em vigor, todos os combustíveis registaram diminuições dos preços, numa média na ordem dos 20%, justificada também pelo novo coronavírus e da quebra generalizada de procura e do excesso de oferta nos mercados internacionais.

Cabo Verde conta com seis casos confirmados de covid-19, nas ilhas da Boa Vista e de Santiago (Praia), um dos quais acabou na morte de um turista inglês, de 62 anos. 

O novo coronavírus, responsável pela pandemia da covid-19, já infetou mais de 885 mil pessoas em todo o mundo, das quais morreram mais de 44 mil.

 Depois de surgir na China, em dezembro, o surto espalhou-se por todo o mundo, o que levou a Organização Mundial da Saúde (OMS) a declarar uma situação de pandemia. 

O número de mortes em África subiu para 173, com os casos confirmados a ultrapassarem os 5.000 em 48 países, de acordo com as mais recentes estatísticas sobre a doença no continente.

Publicidade