Toneladas de equipamento médico, incluindo ventiladores e material de proteção pessoal, doado pelas fundações Jack Ma e Alibaba, chegaram hoje a Díli, informou a Embaixada da China em Timor-Leste.

O material, transportado para Díli num voo charter, inclui dez ventiladores, 39 termómetros e cinco mil conjuntos de deteção e reagentes, acrescentou a missão diplomática chinesa na capital timorense.

A bordo do avião ‘charter’ da TRI-MG, procedente de Singapura, chegaram também mais de 130 mil máscaras, 20 mil luvas médicas, cinco mil equipamentos de proteção pessoal e mais de cinco mil viseiras.

A oferta das duas fundações surgiu quase um mês depois de um primeiro carregamento de 15 toneladas de equipamento e material, doado pela China a Timor-Leste para apoiar o combate à covid-19.

Esta doação foi a segunda desde o início da epidemia em Timor-Leste, tendo a China doado ainda equipamento de proteção pessoal e câmaras de medição da temperatura.

“A Embaixada vai continuar a seguir em proximidade a situação epidémica em Timor-Leste e continua disponível para disponibilizar mais apoio quando Timor-Leste necessitar”, de acordo com uma nota da missão diplomática a que a Lusa teve acesso.

A nível global, segundo um balanço da agência de notícias AFP, a pandemia de covid-19 já provocou mais de 344 mil mortos e infetou mais de 5,4 milhões de pessoas em 196 países e territórios.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Publicidade