Chefes de Estado e de Governo da Comunidade de Países da África Ocidental (CEDEAO) reúnem-se hoje por videoconferência para debater o combate à pandemia da covid-19 na região.

“Os chefes de Estado abordarão a situação e o impacto da pandemia de coronavírus (Covid-19) na região da CEDEAO”, anunciou a organização, na sua página oficial nas redes sociais, sobre a cimeira, que será conduzida a partir de Abuja, na Nigéria.

Estão previstas intervenções do presidente da Comissão da União Africana, Moussa Faki -Mahamat, cabendo ao presidente da Comissão da CEDEAO, Jean-Claude Kassi Brou, uma apresentação sobre a situação e o impacto da pandemia na região.

A agenda da reunião prevê ainda alocuções de Issoufou Mahamadou, Presidente do Níger, na qualidade de presidente da conferência dos chefes de Estado e de Governo, e do representante especial do secretário-geral das Nações Unidas para a África Ocidental e o Sahel (UNOWAS), Mohamed Ibn Chambas.

A CEDEAO “disponibilizou imediatamente apoio financeiro, complementarmente à assistência recebida de parceiros internacionais, para a aquisição de material e equipamento médico essencial para a luta contra a pandemia”, recordou a organização.

Além dos lusófonos Cabo Verde e Guiné-Bissau, a CEDEAO integra também o Benim, Burkina Faso, Costa do Marfim, Gâmbia, Gana, Guiné-Conacri, Libéria, Mali, Níger, Nigéria, Senegal, Serra Leoa e Togo.

Publicidade