O Governo de Macau apelou hoje aos residentes para continuarem a utilizar máscara e que, apesar de não se registarem casos de novo coronavírus há 20 dias, o território encontra-se num “momento crucial”.

O território encontra-se “num momento crucial” no combate ao surto e as pessoas “devem evitar sair de casa”, afirmou o chefe da divisão de operações e comunicações do Corpo de Polícia de Segurança Pública, Ma Chio Hong, em conferência de imprensa.

Parques públicos, trilhos, serviços públicos, zonas de lazer, espaços de ginástica na rua, parques infantis, entre outros, estão a ser abertos gradualmente, recordaram as autoridades, no dia em que se cumpre o 20.º dia sem novos casos no território.

No domingo, muitos destes parques foram abertos e as autoridades registaram uma grande concentração de pessoas nesses locais, alguns dos quais não estavam a utilizar máscara.

Ma Chio Hong disse que as autoridades estão a acompanhar a situação de circulação de pessoas na cidade e voltou a apelar para que os cidadãos utilizem máscara.

Na mesma conferência, a coordenadora do Núcleo de Prevenção e Doenças Infecciosas e Vigilância da Doença, Leong Iek Hou, afirmou que o território pode reforçar as medidas ou atenuar, mas vai depender do estado da situação.

O número de infetados com o coronavírus Covid-19 em Macau desceu na quarta-feira para quatro, entre dez casos registados, após uma nova alta hospitalar anunciada pelos Serviços de Saúde locais, em conferência de imprensa.

Ainda na conferência de imprensa de hoje, as autoridades indicaram que dos 1.601 casos suspeitos em Macau, 1.580 foram excluídos pelas autoridades, com onze à espera de resultados de análises.

Nas últimas 24 horas foram efetuados 91 testes, sublinharam as autoridades de saúde.

O Governo de Macau ainda não tem data prevista para a abertura das escolas, encerradas desde o início do mês.

No sábado, arrancou a quarta fase de venda racionada de máscaras encomendadas. No total, mais de 15,5 milhões de máscaras já foram vendidas.

As autoridades voltaram a apelar à população para não ficar preocupada, que há máscaras suficientes para todos e que “não precisam de ir correr a comprar”.

Cada residente, mediante apresentação da identificação, recebe dez máscaras para igual número de dias.

O número de mortos devido ao coronavírus Covid-19 subiu hoje para 2.592 na China continental, contabilizando ainda mais de 75 mil infetados, quase todos na província de Hubei.

Há também vítimas mortais no Irão, Japão, Hong Kong, Coreia do Sul, Filipinas, França, Estados Unidos e Taiwan.

Publicidade