Cabo Verde registou hoje mais seis casos de infeção pelo novo coronavírus, todos na cidade da Praia, que contabilizou ainda mais 35 doentes recuperados, superior aos casos novos pelo segundo dia consecutivo, totalizando 362, segundo informação oficial.

Em comunicado, o Ministério da Saúde e Segurança Social de Cabo Verde divulgou que o Laboratório de Virologia realizou um total de 117 exames, dos quais seis deram resultado positivo, e todos do concelho da Praia.

Com estes novos casos, a cidade da Praia, o centro da epidemia em Cabo Verde, passa a ter um total acumulado de 295.

Na mesma nota, assinada pelo ministro da Saúde, Arlindo do Rosário, é referido que foram registados mais 35 doentes recuperados na capital do país, número superior ao de casos novos pelo segundo dia consecutivo.

Assim, a Praia passa a registar 73 doentes de covid-19 com alta hospitalar, de um total nacional que aumentou para 130.

No total, Cabo Verde já diagnosticou um acumulado de 362 casos de covid-19, desde 19 de março, nas ilhas de Santiago (303), Boa Vista (56) e São Vicente (3).

Do total, três resultaram em óbito, dois foram transferidos para os seus países e o país tem neste momento 227 doentes ativos, e todos na ilha de Santiago.

“Os doentes com infeção ativa continuam em isolamento e com evolução favorável, com exceção de um doente que se encontra em estado crítico”, deu conta o Ministério da Saúde.

As autoridades de Saúde Cabo Verde adiantaram que foram instaladas tendas em diversos bairros da cidade da Praia onde a população pode realizar de forma gratuita testes rápidos para deteção de anticorpos da covid-19.

“Reforçamos o apelo para que as pessoas fiquem em casa, que se submetam aos testes de despistagem e tomem os devidos cuidados para evitar a propagação da covid-19”, termina a nota governamental.

A nível global, segundo um balanço da agência de notícias AFP, a pandemia de covid-19 já provocou quase 330 mil mortos e infetou mais de cinco milhões de pessoas em 196 países e territórios.

Mais de 1,8 milhões de doentes foram considerados curados.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here