O ministro de Estado e das Finanças de Portugal, Mário Centeno, afirmou hoje que o país “nunca esteve tão bem preparado” para enfrentar uma crise como a causada pela covid-19, mas não esclareceu se estará a caminho uma nova vaga de austeridade.

“O país nunca esteve tão bem preparado para uma crise como esta”, disse Mário Centeno em conferência de imprensa realizada por vídeo, acrescentando que o Governo fará tudo para “restaurar a confiança e regressar à normalidade”.

Na ronda de perguntas, questionado sobre se a crise económica causada pela pandemia de covid-19 trará uma nova vaga de austeridade ao país, Mário Centeno não respondeu diretamente.

“A natureza desta crise é essencialmente muito diversa daquelas que desencadearam as crises de 2008 e 2009, e as subsequentes crises em alguns países, mais profunda, a partir de 2010, 2011”, respondeu, acrescentando que não se trata de uma crise “estrutural” ou que “resulte de desequilíbrios macroeconómicos que devam ser corrigidos”.

Publicidade