O número de casos diários da covid-19 voltou a registar um número recorde nas últimas 24 horas, com mais de 142.000, enquanto o valor acumulado é de 7,69 milhões, revelou hoje a Organização Mundial da Saúde (OMS).

O número de mortos é de 427.630, dos quais 4.925 foram registados no último dia, segundo as estatísticas da organização sediada em Genebra.

O continente americano é responsável por 3,71 milhões de infeções, seguido pela Europa com 2,39 milhões e pelo Oriente Médio com 758 mil.

No continente europeu, depois de registar uma queda na curva de contágio em maio, segundo a OMS, parece ter-se estabilizado, por várias semanas, em torno de 20.000 casos por dia, cerca de metade dos quais registados em território russo.

Por países, os Estados Unidos superaram dois milhões de casos, tornando-se o território o mais afetado no mundo em termos absolutos, seguidos pelo Brasil (828.000 infeções), Rússia (528.000) e Índia, com mais de 320.000 infetados.

Os dados positivos respeitam aos pacientes recuperados, que hoje ultrapassam a barreira de quatro milhões e já representam mais da metade do total, enquanto entre os casos ativos, dois por cento (mais de 54.000) estão em estado grave ou crítico.

Publicidade