O Parlamento Nacional timorense aprovou hoje por unanimidade o pedido do Presidente da República para a declaração do estado de emergência em Timor-Leste durante um mês, como resposta à covid-19.

O apoio foi expresso, de forma nominal, por todos os 64 deputados presentes, depois de todas as bancadas terem feito declarações políticas favoráveis aos argumentos apresentados pelo chefe de Estado, Francisco Guterres Lu-Olo, e defendidos no parlamento pelo primeiro-ministro, Taur Matan Ruak.

O período de estado de emergência começa às 00:00 de 28 de março (15:00 de 27 de março, hora de Lisboa) e termina às 23:59 de 26 de abril (14:59, hora de Lisboa).

Publicidade