O Sporting revelou hoje que vai compensar os sócios pelos jogos que não vão poder assistir depois de confirmada a retoma da I Liga de futebol à porta fechada, após a suspensão devido à pandemia de covid-19.

Num comunicado publicado no seu sítio oficial, os ‘leões’ informam que o regresso da equipa de futebol profissional à competição “está agendado para o dia 30 ou 31 de maio, com a realização dos restantes jogos da I Liga de futebol à porta fechada”.

“Esta decisão, que tem como propósito salvaguardar a saúde pública, obrigará atletas e sócios a uma vivência diferente do futebol durante este período e trará várias consequências, diretas e indiretas, para o Sporting”, pode ler-se.

O clube liderado por Frederico Varandas revelou que, “no final da época, irá disponibilizar aos sócios, mecanismos de compensação pelos jogos que não foram usufruídos”.

O primeiro-ministro António Costa frisou que a retoma da I Liga “está sujeita ainda à aprovação pela Direção-Geral da Saúde do protocolo sanitário apresentado pela Liga e condicionado à avaliação de que estádios cumprem todas as condições indispensáveis para que essa atividade desportiva possa ser retomada”.

A I Liga foi suspensa por tempo indeterminado em 12 de março, após 24 das 34 jornadas – com o FC Porto na liderança da I Liga, com um ponto de vantagem sobre o campeão Benfica -, faltando disputar 90 jogos, bem como a final da Taça de Portugal, que vai opor Benfica a FC Porto.

Publicidade